História

Palácio do Salinas / Casa do Povo de Azeitão / Centro Infantil Sebastião da Gama

Em finais do Séc.XIX e inicio do Séc.XX  o palácio é utilizado como teatro (Theatro Club Azeitonense), clube e hotel;

1888 – actuação de célebre Taborda na Sala do Teatro;

1904 – o palácio é vendido a Francisco Bruno de Miranda;

1911 – a orientação do teatro está a cargo das Doutoras Maria Cândida Parreira e Laura Chaves;

1912 – o palácio entra na posse de D. Amélia Augusta de Miranda, esposa daquele;

1918 – a orientação do teatro está a cargo de António Bastos;

1933 – o palácio entra na posse das sobrinhas de Francisco Bruno de Miranda, as irmãs Miranda Barbosa;

1940 – o palácio é adquirido por Dr. António Porto Soares Branco que o cede para ser utilizado nas instalações da Casa do Povo de Azeitão;

1947 – o palácio passa por obras de reconstrução e adaptação a casa do povo, construindo-se a varanda na fachada norte do edifício;

séc. 20 – é utilizado como infantário.”

1979 – Nasce o Centro Infantil Sebastião da Gama